sábado

roube esta postagem!



(texto roubado do blog da Folha)
Escrito por Leonardo Cruz às 5h33 PM

08/01/2008
Suecos convidam: roube este filme! De novo!

Está no ar há alguns dias a nova empreitada da League of Noble Peers, grupo sueco que defende o compartilhamento gratuito de filmes na internet. É o "Steal This Film 2", documentário em que a liga faz um resumo das operações dos grandes estúdios para evitar que sites e internautas coloquem filmes de graça na rede.

Com cerca de 50 minutos, a obra traz depoimentos de promotores, advogados, especialistas em legislação de direitos autorais e criadores de sites de compartilhamento como o Mininova _todos defensores de uma política de "copyleft".

Como o próprio nome indica, o novo filme é uma continuação: o "Steal This Film 1" tratava exclusivamente de uma ação contra o também sueco Pirate Bay, o maior portal de difusão de arquivos na rede (com links para baixar filmes, músicas, jogos e programas de computador). O site chegou a ser fechado pela polícia em maio de 2006, mas voltou a funcionar poucos dias depois.

Lançado no final de 2006, o primeiro filme foi baixado 2,7 milhões de vezes e visto por 4,86 milhões de pessoas, segundo as contas dos produtores. "Steal This Film 2" chegou à rede no último dia 28 e pode, claro, ser baixado de graça no site da Liga (com legendas em português). Está também no YouTube, dividido em cinco partes (mas sem legendas).

A imagem de abertura do documentário resume as intenções dos autores, ao ironizar mensagem antipirataria divulgadas em DVDs. Um trechinho do texto:

"Não busque permissão para copiar este filme. Qualquer um que interromper a distribuição deste trabalho, ou impedir outros de fazê-lo, será banido. Todos os recursos passíveis de uso para compartilhar este filme devem ser empregados."

Em seu site, o grupo sueco já anuncia o próximo plano: "The Oil of the 21st Century", outro documentário, sobre a propriedade intelectual, o tal petróleo do novo século, Segundo os autores, não será focado apenas na discussão de produtos culturais, abordará também áreas como biologia e a medicina. O projeto ainda está no papel; quando sair, uma coisa é certa: estará na rede e de graça.

Um comentário:

hke>>> disse...

sensacional !!!!!